terça-feira, 11 de maio de 2010

PRIDE

 Esse é um pecado que eu tenho dificuldade de acessar. Embora para alguns teóricos não exista bom orgulho, acho que muita gente (myself included) poderia se dar melhor com um pouco mais de orgulho em suas atitudes. A lista aqui se dividiu entre o bom orgulho (fierté) e o mau (orgueil). A meu ver o Orgulho é um dos maiores inimigos do amor, apesar de ser uma forma de amor próprio. No linguajar nerd, O orgulho está para o amor assim como o Venom está para o homem-aranha. (nevermind the bollocks)
Se você se apegar demais ao orgulho, mais cedo ou mais tarde quando olhar no espelho, você só vai ver a si mesmo(a), e não vai gostar do que ver... :-|
The trickest part é valorizar sem superfaturar. Isso requer uma boa dose de autoconhecimento, tanto do que você é quanto do que você quer.
Destaques para: Do the evolution, toda a destrutividade que o orgulho pode causar, e o clip é excelente! Don’t tread on me fala da política belicista americana. Em I’m not in love, chega a ser engraçado ver a força que a pessoa faz em negar que ainda está apaixonada.
1.    Born in the USA – Bruce Springstein
2.    We are the champions – Queen
3.    Do the evolution - Pearl Jam
4.    Don’t tread on me – Metallica
5.    Say it loud (I’m black and proud) – James Brown
6.    Homem não chora – Frejat
7.    I’m not in love – 10cc

É só clicar. Voltamos já com INVEJA!

Um comentário: